Seja um
embaixador
SAMP!

Ao apoiar este projecto está
a garantir que chegará mais longe, por mais tempo, e a mais pessoas:

donativo

Categoria:

Os donativos são dedutíveis à colecta.
Conheça a legislação em vigor sobre mecenato social.

Banda Filarmónica

A Banda Filarmónica é o departamento SAMP que está na origem histórica da instituição, e que se assume como garante do crescimento e sustentabilidade da mesma.
Com actividade ininterrupta desde 1873, a Filarmónica SAMP realizou largos milhares de serviços, na sua maioria “Festas Religiosas Tradicionais”, ainda que da sua actividade se destaquem as Touradas, tratando-se neste domínio musical a única filarmónica especializada em toda a região de Leiria.

O elevado nível artístico dos seus membros desde muito cedo a distinguiu das suas congéneres locais, tendo vencido em 1877 o grande concurso de bandas de Leiria, e em 1965 o concurso das Filarmónicas da Região de Turismo do Distrito. Para este facto contribuiu a qualidade técnica e pedagógica dos seus regentes, inicialmente oriundos da banda militar de Leiria, mais tarde formados na sua escola.
Os primeiros regentes da Filarmónica SAMP foram sempre os chefes da banda regimental de Leiria, ainda no activo ou já reformados. Destes destacam-se Manuel Glória Reis e António Fernandes Barbosa.
Para a história mais recente da SAMP foram particularmente marcantes os maestros António Cordeiro Gonçalves, Joaquim Lopes e Alberto Roque. O contacto com estes mestres particularmente pedagogos, e de alguma forma inovadores, fez com que a SAMP ao longo da sua história, para além da filarmónica, tivesse desenvolvido outros projectos musicais.

Na permanente procura de novas práticas musicais e novos repertórios, em complementaridade com a tradição histórica das bandas filarmónicas que a SAMP assume, têm sido promovidas algumas realizações que pretendem apontar novos caminhos para o futuro, e responder às expectativas que as novas gerações colocam na sua prática filarmónica. Destas destacam-se os programas que cruzam o universo filarmónico com as novas tecnologias, outros instrumentos e práticas musicais como o das gaitas de foles, novas tecnologias, teatro musical e o repertório coral.

Da sua história mais recente destaca-se ainda o convite para participar no 25º aniversário do Festival Internacional de Bandas da cidade de Vienna, o Blasmusikfest, em que esteve presente no mês de Junho de 2004.

Foi dirigida pelo Maestro Simão Francisco até ao ano de 2015, em 2016 esteve na regência o Maestro Jorge Lopes que prosseguiu o trabalho com a Banda Filarmónica SAMP. Em 2017, o Maestro Simão Francisco retomou o trabalho anterior apresentando novos desafios.

 

| Créditos fotográficos de Joaquim Dâmaso |