Músicos de Fraldas

O Músicos de Fraldas é um programa de formação no âmbito da música para a primeira infância que Paulo Lameiro realiza anualmente na Escola de Artes SAMP. Em 2022, 26 anos depois da sua primeira edição, damos continuidade aos cinco níveis que passam a realizar-se em momentos distintos. O Nível I continua a realizar-se todos os anos, e em simultâneo será feita a oferta alternada de cada um dos níveis seguintes. A certificação final só será obtida depois do Nível V, estágio e supervisão. Os níveis II, III e IV podem ser realizados por qualquer ordem.


OBJETIVOS

Partilhar a filosofia e o modelo de trabalho da Escola de Artes SAMP nos seus programas com bebés e famílias, com especial destaque para o Berço.
Oferecer um espaço de reflexão e formação para os profissionais SAMP e das suas instituições parceiras.
Estimular o ensino artístico especializado na primeira infância.
Promover a formação musical de todos os profissionais que trabalham com crianças dos 0 aos 5 anos.
Oferecer ferramentas de trabalho que estimulem a criatividade artística desde a primeira infância.


DESTINATÁRIOS

Este programa de formação, estando aberto a todos os interessados, destina-se mais especificamente a:
– Professores de Música, Dança ou Teatro com interesse no ensino artístico na primeira infância;
– Educadores de Infância;
– Estudantes com interesse pela Educação Artística.


FORMADOR

Paulo Lameiro (com toda a equipa Berço das Artes SAMP)

 

Musicólogo, pedagogo, comunicador e criativo português natural de Leiria. Depois de uma breve carreira como Barítono, tendo cantado a solo e integrado o Coro do Teatro Nacional de São Carlos em Lisboa, dedicou-se ao ensino e assumiu a direção de várias escolas de música, nomeadamente o Conservatório Nacional de Lisboa, o Orfeão de Leiria e a Escola de Artes SAMP, em Pousos. É especialmente a partir desta sua aldeia natal que desenvolve, desde 1992, projetos de educação e produção artística para a primeira infância, de que se destacam Berço das Artes, Músicos de Fraldas, Concertos para Bebés e Pinhal das Artes. Tem vindo a interessar-se mais recentemente pelas práticas artísticas com a comunidade, de que sobressaem projetos como Ópera na Prisão, com reclusos, Novas Primaveras, para pessoas idosas, Il Trovatore ou os Roma do Lis com comunidades de etnia cigana. Foi membro fundador, e integrou o primeiro Conselho Científico, do Instituto de Etnomusicologia da Universidade Nova de Lisboa – FCSH, tendo publicado como etnomusicólogo em várias revistas da especialidade. Integrou ainda a Comissão de Liturgia e Música Sacra da Diocese de Leiria-Fátima, e foi o fundador e maestro titular durante 12 anos da Schola Cantorum Pastorinhos de Fátima.

 

É pai do Simão e da Natércia, e tem como passatempo a criação de carpas KOI para quem gosta de olhar demoradamente.

 

NÍVEIS DA FORMAÇÃO

NÍVEL I – Introdução e práticas
História, princípios e fundamentos.

NÍVEL II – Repertórios, avaliação e processos criativos
Timbres, linguagens e compositores. Modelos de avaliação e criação coletiva.

NÍVEL III – Materiais e edição musical
A seleção musical e critérios para montagens sonoras. Edição básica de som. O espaço, os recursos materiais das aulas, sua construção e uso.

NÍVEL IV – A Identidade do Guião
Modelos de trabalho: contemplar e participar, a performance e a interação, os bebés e seus acompanhantes. Os conteúdos e a gestão do tempo. O trabalho em dupla e a solo.

NÍVEL V – Estágio e Supervisão
Aulas práticas com grupos de crianças e encontros de supervisão.

 

EDIÇÕES ANTERIORES

2022
Cartaz Músicos de Fraldas 2022
Programa Completo – Nível I e Nível II

2019
Cartaz Músicos de Fraldas 2019
Programa Completo – Nível I e Nível IV

2018
Cartaz Músicos de Fraldas 2018
Programa Completo – Nível I e Nível III

2017
Cartaz Músicos de Fraldas 2017
Programa Completo – Nível I e Nível II