Seja um
embaixador
SAMP!

Ao apoiar este projecto está
a garantir que chegará mais longe, por mais tempo, e a mais pessoas:

donativo

Categoria:

Os donativos são dedutíveis à colecta.
Conheça a legislação em vigor sobre mecenato social.

Pavilhão Mozart

No âmbito da candidaturas ao instrumento de financiamento Parcerias para o Impacto do Programa Portugal Inovação Social, cofinanciamento da União Europeia/POISE, a SAMP recebeu um apoio para o projeto Pavilhão Mozart – “Só Zerlina ou Così fan tutte”, o qual pretende desenvolver novas respostas a problemas sociais. Neste caso, o objetivo é baixar os níveis de reincidência criminal destes jovens.

O Pavilhão Mozart é um projeto que promove a inclusão social de reclusos do Estabelecimento Prisional de Leiria – Jovens (EPL-J) através da participação na criação de mais uma ópera de Mozart o Così Fan Tutte, em conjunto com os seus familiares e amigos, bem como da gestão de um novo espaço físico dentro da prisão, dedicado às artes performativas e gerido pelos próprios jovens do EPL-J.

“PAVILHÃO MOZART – Só Zerlina ou Così fan tutte?” consiste na segunda fase da iniciativa “Ópera na Prisão: D. Giovanni 1003-Leporello 2015“, criada pela SAMP, no Estabelecimento Prisional de Leiria – Jovens. Foi a partir do projeto “Ópera na Prisão”, que desenvolveu o processo de criação artística de uma ópera com reclusos, que nasceram as ideias para o Pavilhão Mozart. O financiamento da Portugal Inovação Social tem como objetivo apoiar o desenvolvimento desta segunda fase do projeto. Através desta iniciativa pretende-se, ainda, promover o empreendedorismo social e a integração profissional dos reclusos nas empresas sociais, bem como na economia social e solidária, de forma a facilitar o acesso a postos de trabalho.

No dia 13 de julho de 2020, deu-se início à construção do espaço Pavilhão Mozart, que marcará o começo da realização de mais um grande sonho que nos acompanha desde 2015.

O espaço físico do Pavilhão Mozart pretende ser um Centro de Artes Performativas dentro do EPL-J, com espetáculos permanentes abertos aos reclusos intramuros (dentro da prisão), mas também à própria comunidade. O objetivo é que este funcione como mais uma sala de espetáculos de Leiria, que resulte num forte impacto intramuros, com resultados na mudança de comportamentos, bem como fora da prisão relativamente à família, aos amigos, aos agentes culturais, à comunidade e a todos os que fazem parte do projeto.

Todas estas conquistas inseridas no projeto “Pavilhão Mozart – ÓPERA NA PRISÃO” apenas foram possíveis com a ajuda dos nossos parceiros e financiadores POISE da Iniciativa – Portugal Inovação Social, Programa PARTIS II da Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação Caixa Agrícola de Leiria, Câmara Municipal de Leiria, União de Freguesias de Leiria, Pousos, Barreira e Corte, entre vários outros parceiros artísticos e amigos que tornam possíveis momentos como este.

O novo projeto SAMP “Traction – Ópera na Prisão”, financiado pelo Horizonte 2020, vem acrescentar valor ao trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos no projeto Ópera na Prisão e apresentar o Pavilhão Mozart com um valor acrescido.

 

O Pavilhão Mozart na Comunicação Social

“Young Portuguese inmates sing Mozart opera on way to freedom” – Artigo por Reuters

 

 

| Créditos fotográficos de Joaquim Dâmaso |