Seja um
embaixador
SAMP!

Ao apoiar este projecto está
a garantir que chegará mais longe, por mais tempo, e a mais pessoas:

donativo

Categoria:

Os donativos são dedutíveis à colecta.
Conheça a legislação em vigor sobre mecenato social.

100 limites ao Som

O programa “100 Limites ao Som” nasceu em 2005 e decorre na Unidade de Doentes Mentais de Internamento prolongado do Hospital de Santo André. Em 2009, este projeto SAMP foi distinguido como um dos 42 projetos nacionais de boas práticas no setor público.

Apesar do atual enquadramento legal prever a integração das pessoas com doença mental nas suas famílias e comunidades, subsistem ainda algumas unidades de saúde que reúnem dezenas e centenas destes doentes apartados de suas famílias e fora das suas comunidades.
A oferta cultural para estas pessoas é quase nula, bem como o uso da Musicoterapia para ajudar ao seu equilíbrio e melhoria da qualidade de vida.

Modelo de intervenção
Equipas de dois ou três profissionais SAMP realizam sessões semanais, com a duração de uma hora, tendo como base o modelo SAMP cruzado com modelo de Musicoterapia Benenzon.
Este programa é destinado a doentes com patologia mental crónica.

Através deste trabalho, pretende-se melhorar a qualidade de vida e bem-estar dos doentes e respetivas equipas de saúde. Espera-se, ainda, reduzir os níveis de medicação dos doentes, bem como a conflitualidade da unidade.

“100 Limites ao Som” é um projeto financiado Fundação Caixa Agrícola de Leiria e conta com a parceria da Unidade de Internamento de Doentes em Evolução Prolongada do serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar de Leiria.