Seja um
embaixador
SAMP!

Ao apoiar este projecto está
a garantir que chegará mais longe, por mais tempo, e a mais pessoas:

donativo

Categoria:

Os donativos são dedutíveis à colecta.
Conheça a legislação em vigor sobre mecenato social.

São Bento vai à Rede Museológica do Concelho de Peniche

No passado dia 15 de janeiro (terça-feira), o projeto SAMP 𝗠𝘂𝘀𝗲𝘂 𝗻𝗮 𝗔𝗹𝗱𝗲𝗶𝗮 levou a comunidade de São Bento (Pedrógão Grande) a conhecer o Museu da Renda de Bilros, da Rede Museológica do Concelho de Peniche, onde realizaram a inauguração da exposição da sua própria obra! Em exposição temporária, a obra coletiva “As Árvores de São Bento” está patente no Museu de Renda de Bilros da Rede Museológica do Concelho de Peniche, de 16 de fevereiro a 08 de maio de 2022. Poderá consultar o cartaz da exposição aqui.

 

São Bento

Freguesia de São Bento, Município de Porto de Mós
O território de São Bento foi, em tempos, uma Praia Jurássica, sendo ainda possível encontrar alguns vestígios desse período perto de Covões Largos e da Chainça. Esta região destaca-se, também, pelo seu solo – que apresenta características bastante rochosas. A necessidade de aumentar a área de cultivo para dar resposta e apoio à população, levou a que estes terrenos fossem progressivamente limpos e as rochas ganhassem uma nova vida na forma de muros construídos em pedra solta que podem ser encontrados em toda a região. Assim, os terrenos que se tornaram propícios à exploração agrícola passaram a ser utilizados para o cultivo de trigo. A farinha, moída nos moinhos próximos às aldeias, era utilizada não só para alimentar diariamente a população, mas também para fazer os bolos para as festas e celebrações da aldeia.

 

As Árvores de São Bento

A obra “As Árvores de São Bento” desenvolvida em cocriação entre a comunidade, a equipa SAMP e a Rede Museológica do Concelho de Peniche, teve como ponto de partida a apresentação de exemplares da Coleção de Pesca e de Renda de Bilros de Peniche, cedidos temporariamente para exposição na Junta de Freguesia de São Bento pela Câmara Municipal de Peniche. Paisagens e tradições ganharam forma nas mãos destas idosas, que escolheram destacar o pão, enquanto fator de união e elemento representativo de toda a comunidade local. Deste modo, as participantes utilizaram massa pão para reproduzir figuras representativas de elementos da vegetação local, bolos de festas e até alguns fósseis da Praia Jurássica. As peças coloridas, suspensas em ramos de árvore, tão curiosas quanto encantadoras, forjam elos entre épocas e realidades distintas, permitindo-nos observar a evolução de um mundo fantástico, delicado, criativo e orgânico.

 

Poderá consultar a ficha técnica aqui.

 

O projeto Museu na Aldeia é cofinanciado pelo PO ISE – Portugal 2020, através da Iniciativa Portugal Inovação Social, e tem como Investidor Social a Câmara Municipal de Leiria, juntando ainda a Rede Cultura 2027 como parceira que reúne Museus, Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, Associações e Instituições dos 26 Municípios em rede. Conta, ainda, com o apoio do Politécnico de Leiria, União das Freguesias de Leiria, Pousos, Barreira e Cortes, entre tantos outros que se vêm juntando a esta criativa e inovadora iniciativa.